segunda-feira, 26 de outubro de 2009

As Viúvas de Eastwick


Sinopse: "Nesta deliciosa e sinistra sequela, Updike consegue apreender os sentimentos das mulheres sobre os seus corpos e as suas vidas sexuais, e as suas reflexões sobre a cultura e a desarmonia social são, como habitualmente, brilhantes."

Não podemos gostar de todos os livros, não podemos gostar de tudo o que lemos, não podemos gostar de tudo o que se escreve.

Não consigo acabar As Viúvas de Eastwick, não me consigo identificar com a história, nem com a escrita deste autor.

Como leitora, sei que tenho o "direito" de não acabar um livro como escreve Daniel Pennac em Como um Romance. Todavia, fica-se sempre com aquela sensação... será que algo vai acontecer que nos vai surpreender mais para o final? A minha vontade é não acabar ou pelo menos colocar de parte... mas nunca terei a certeza se no fim existem surpresas ou não?

A verdade, é que independentemente do final, não fui cativada por esta escrita; a história não me seduziu; não houve para mim nenhuma mais valia na leitura desta obra.

A minha opinião vale o que vale, mas este livro não me convenceu.

6 comentários:

Kamile Denlescki disse...

Olá, meu nome é Kamila Denlescki e eu sou escritora. Tenho um livro e gostaria de enviá-lo para sua leitura, quem sabe, para que ele apareça no site.

O blog do livro é esse: http://estrelapier.blogspot.com/

Meu contato é:
camila.d.rodrigues@gmail.com

Aguardo seu retorno,
Abraços,
Kamila.

Jojo disse...

Olá!
Este é um livro que tenho cá em casa. Já tentei várias vezes a sua leitura. Mas tal como tu, a história não me seduz.
Talvez volte em pegar nele daqui uns meses. Pode ser que seja de vez.

Parabéns pelo blog!

Bjinho*

JM disse...

Já há algum tempo que não me acontece não querer ler um livro até ao fim... já li em "diagonal" para despachar trechos menos aliciantes. No entanto, às vezes acontecem destas decepções!
Para isso é que temos os blogs, não é? Vamos aprendendo com as opiniões uns dos outros.

Bjs*

Silvana Nunes .'. disse...

Maravilha o seu cantinho.
Na intenção de divulgar o meu trabalho, cheguei até você.
Gostei muito do seu espaço. Eu não estou podendo ler tudo de uma vez porque a tela do computador atrapalha um pouco a minha visão, mas certamente voltarei mais vezes. O meu oftamologista pediu que desse um tempo da telinha... e eu sou fraca ?
O meu território já está demarcado.
Convido a dar uma espiada em "FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER.." ( o seu cantinho de leitura), em:
http://www.silnunesprof.blogspot.com
Terei sempre uma história para contar.
Saudações Florestais !

Áurea disse...

Cada livro, vale o que vale
E pode cativar ou não
Há livros que leio e gosto
Outros só passam p´la mão

Adoro ler e escrever
Jeito que ficou de escola
Ando sempre com um livro
Dentro da minha "sacola"

Se estou em fila de espera
Tiro-o e começo a ler
Quase nem ouço o que falam
Nem tenho para dizer

Conversas que não interessam
Muitas são de "fofoquices"
Assim aproveito o tempo
E não entro em "palermices"

Acabei de ler e gostei
"O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá"
Uma história linda de amor
Que aconselho desde já

Li a sétima edição
Do GRANDE Jorge Amado
Já li alguns livros dele
Até "o Amor do Soldado"

"A dançarina do Templo"
Anda comigo p´ra todo o lado
É o livro que estou a ler
Sempre que tenho um "bocado"

bjo
Áurea

Felicity disse...

Ainda hoje estive com ele nas mãos e tinha uma ideia oposta quando li a sinopse...acho que depois de ler a tua opinião a tentação definitivamente acabou...bigada :) não pensava que era assim tão mau...


Beijitos

p.s.-lindo blogg