quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Livros com cheiro

Neste fim de semana prolongado, dei prioridade às leituras com as minhas filhas. Depois de ler e de adorarmos o livro de Alice Vieira com cheiro a morango, fomos à procura e à descoberta de novos "cheiros".
As ilustrações destes novos livros são apelativas e originais; as histórias são divertidas com mensagens que transmitem valores e ensinamentos.
Mas o que nós achamos mais original, é o facto de passar a mão pela capa interior do livro e esta ficar a cheirar a baunilha, a caramelo ou mesmo a chocolate.

Pais, filhos, irmãos, famílias, leiam em conjunto e desfrutem dos sentidos e do prazer de estarem juntos.

"Isabel estranhou. A mãe respondia sempre a tudo, e quase sempre por três vezes.
- Chama o pai... - disse então a mãe, que tinha ficado branca de repente. (Branca, muito branca, branquíssima, diria ela.)
E só murmurava:
- O bébé vai nascer!
E, ao telefone, era agora Isabel que repetia:
- Ó pai, venha rápido, muito rápido, rapidíssimo!"
Nota: 9/10

4 comentários:

Lídia disse...

"Ler é Prazer", só pode ser! E cada vez as condições são mais propícias, pois todos estes aditivos (ilustrações, cheiros...)tornam o acto de ler irresistivelmente sedutor, as palavras têm outro sabor!
Adorei a expressão "...dei prioridade às leituras com as minhas filhas." Que óptimo exemplo para a leitura em família!
Parabéns!

Paula disse...

Interessante!!

Alice disse...

Não conhecia esta coisa dos livros terem cheiro, um cheiro que não aquele que eu adoro a papel, novo ou velho, cheiro a aventuras para ler... Mas gostei da ideia e acho que a maltinha lá de casa também vai gostar. O que achei mesmo bom foram as ilustrações (sou doida por um bom trabalho de desenho), pareceram-me mesmo apelativas. Vou tentar encontrar...

Joana Pinto disse...

A primeira vez que peguei nestes livros fiquei logo agarrada,pois é um dos meus grandes vícios cheirar os livros!Principalmente os velhos e amarelados...É muito bom!
Estes têm cheiros bem diferentes,acompanhados de estórias interessantes e sempre com ensinamentos associados.
Para mim, o mais "saboroso" é o de baunilha...Ainda há o de morango.