terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Viagem sem regresso

"Duas amigas visitam a Índia e só uma regressa..."

Sinopse:
«“A minha melhor amiga estava morta. E a culpada era eu.”
Seis anos passaram sobre a morte de Gemma. Seis anos de dúvidas e angústias, durante os quais a vida de Esther foi um inferno permanente. Quando as duas amigas decidem fazer uma viagem juntas, nada faria prever que apenas uma delas regressaria. Esther era bela, sofisticada e destemida, Gemma o seu oposto. Ávidas de novas experiências, partem para a Índia em busca de aventura. O que elas ignoravam era que estavam prestes a entrar num mundo onde as regras sociais que lhes eram familiares não se aplicavam e que o tão almejado afastamento do mundo ocidental era afinal uma porta aberta para o que de mais sombrio traziam dentro de si. E foi rápida e inesperadamente que o sentimento que as unia foi posto à prova, levando-as a confrontar-se com ressentimentos e segredos antigos. Numa tentativa de descobrir toda a verdade e de se libertar dos fantasmas que ainda a atormentam, Esther tenta agora dar um sentido à tragédia que vitimou a sua melhor amiga e mudou irreversivelmente a sua vida. Seis anos passados sobre a morte de Gemma, Esther está de volta à Índia…»

Li este romance por mero acaso... de regresso de uma viagem fantástica ao Oriente com a minha cara-metade (Singapura, Tailandia, Bali) fiquei ao mesmo tempo comovida e assustada com este livro.
Comecei a ler, sem ter a mínima ideia que iria ter tanto poder sobre mim... ao ler certos excertos, parecia que me estava a ver durante a minha própria viagem. Para mim, durante a minha expedição, muitas foram as saudades das minhas filhas que estavam longe... e se nos acontecesse alguma coisa? Na altura, lembro-me perfeitamente de pensar e dizer repetidamente, e se... e se...!!!

ADOREI este livro!... enigmático, com descrições muito reais, fez-me recordar cheiros e sentimentos profundos... Até acho que em determinado ponto, foi difícil parar de ler, queria realmente chegar ao fim!
E que fim, Katy Gardner dá-nos um final estupendo... sinceramente, era o único final que eu não tinha em mente.
Aconselho, recomendo... Boas leituras!

Nota: 9/10

4 comentários:

Livros e Outras Coisas disse...

Aqui está uma excelente escolha, enriquecedora dos sentidos pois, se não estou em engano, o livro trazia um perfume de sândalo.
Continuando no mesmo país, aqui deixo outra sugestão: de E. M. Forster, Passagem Para a Índia.

Boas viagens pelas letras!

Ferncarvalho disse...

Tb gostei imenso desse livro!
Boas leituras

Cristina Bernardes disse...

Ainda cheira um pouco a sândalo!

Susana Costa disse...

Para além de ler o livro também não me importava de fazer a mesma viagem e com o meu mais de tudo!!!
AH!AH!AH!