quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Um

"Seríamos os mesmos se soubéssemos o que nos espera para lá do espaço e do tempo?"
Estava a trabalhar dolorosamente sobre um texto em inglês ... e não sei como nem porquê, lembrei-me do livro Um de Richard Bach.
Fui a correr as minhas estantes à procura do livro e lá estava ele. Abriu-o, encontrei um marcador datado de 09 de Maio de 1993: "Numa família que se ama, na fé, na paz sempre unida, surgirão de ramo em ramo, os filhos, flores da vida".
Nem me lembrava deste marcador!!:)
Comecei a folhear o livro e percebi então!
Se tivessemos a possibilidade de nos deslocar no tempo e no espaço, se pudessemos encontrar outros "eu" e outros "tu", o que faríamos? Sei que me deliciei com este livro e ao voltar a folhear as suas páginas, voltaram à minha memória, desejos que todos os seres humanos têm: "e se a minha vida fosse outra?". Esta obra está repleta de imaginação, de fantasia, de viagens, de mundos, de amor, de valores.
Curiosidade: sabiam que Richard Bach , tal como Antoine de Saint-Exupéry era escritor e piloto.
Nota: 8/10

3 comentários:

Diana disse...

O ser humano é, por definição, um ser insatisfeito e que questiona tudo à sua volta(pelo menos é o que eu acho) E, de tempos a tempos surgem perguntas destas que, no meu ponto de vista, são importantes até para avaliar a nossa vida, as atitudes, para saber em que pé é que estamos e o que queremos para nós.
E eu gosto de livros que nos fazem questionar a nossa própria vida :)

Cristina Bernardes disse...

Também sou da tua opinião, Diana, temos de nos questionar constantemente para poder evoluir e até sobreviver...

Alice disse...

De facto parece interessante. Quem nunca pensou naquilo que poderia ter sido de não se tivesse feito isto ou aquilo? no que podia ter sido se tivesse optado por A e não por B? Poderá ser uma leitura futura (agora não que não me sinto psicologicamente apta para questões deste tipo, não neste momento), já li deste autor o Fernão Capelo Gaivota e gostei muito. Um dia aventuro-me neste volume...