sábado, 9 de maio de 2009

A criança e a vida

Emprestaram-me este livro (que vou ter de adquirir para a minha biblioteca), resultado de um projecto realizado numa escola nos anos 60 em Portugal, esta obra já foi editada 43 vezes.
Maria Rosa Colaço foi inovadora, corajosa e conseguiu cativar o coração de crianças e jovens classificados pelo director da escola como "escória". Esta colectânia é o resultado fantástico de uma professora que empenhadamente conquistou o coração dos seus alunos através do amor e da amizade.
Fiquei ricamente comovida com os trabalhos destas crianças que falam sinceramente o que sentem, sem complexos, sem medos... mas que são sofridos no coração e na alma.
"Os meus passos são de flores.
Eu, uma vez, pisei o sol,
mas não o magoei porque
os meus pés são pequeninos."
____,,____
"A morte é o sossego das flores
Eu acho que ela é um homem amarelo.
Eu, se visse a morte ao pé de mim, atirava-me
duma janela abaixo: antes queria morrer sozinho."
Victor Pinho (8 anos)

Todos os textos estão exactamente como foram escritos originalmente pelas crianças de modo a serem completamente autênticos.
Recomendo muito a leitura deste livro: as crianças falam com o coração aberto... A leitura de alguns textos (prosa ou poesia) acaba mesmo por ser, em determinados momentos, dolorosa.
Nota: 10/10

2 comentários:

Carla Martins disse...

Ai, que demais!!! :)

Deve ser otimo pra alma ler esse livro!

O meu olhar disse...

vou ler! Pelas tuas palavras deve ser fantástico! Obrigada pela partilha!