segunda-feira, 4 de maio de 2009

Sangue de Dragão

Sinopse: "Nas veias de Aelanna corre o sangue de dragão, herança do pai há muito desaparecido, e que a faz sentir-se diferente de todos os outros Elfos. Empreende então uma longa viagem em busca de uma solução para o seu problema. Durante a viagem, Aelanna será obrigada a rever tudo o que sempre lhe foi ensinado sobre o mundo. Mas há uma ameaça que se vislumbra e contra a qual toda a resistencia parece inútil."
Quando comprei este livro, fiquei logo com imensa vontade de o ler. Adepta convicta de romances de high fantasy, não consegui resistir-lhe durante muito tempo. A verdade é que o li em pouco mais de 24 horas (benditos fins-de-semana prolongados)...
O que eu achei?
Está muito bem escrito, acompanha-se muito bem o enredo. Diferente e inovador, gostei das personagens (todas muito bem descritas e extravagantes) que se vão juntando a "peregrinação"; no entanto, sou sincera acho que lhe falta um pequeno ingrediente bastante relevante neste género de romances... um pouco mais de paixão.
Acredito que a autora vai evoluir nesse sentido e que o próximo romance será certamente ainda melhor do que este.
Acho que é de valorizar esta autora por se lançar num género literário "pouco tradicional" na literatura portuguesa.
Nota: 7/10

4 comentários:

Vento Escondido disse...

Parece interessante ... mas o facto da personagem ser feminina .. tira.me a vontade de ler .....
Não é ser machista nem nada que se pareça .. apenas desfruto mais ..sendo a personagem principal masculina onde a "identificação" será mais fácil .. melhorando a "vivência" do livro ..

Cristina Bernardes disse...

Vento Escondido, o facto da personagem principal ser uma mulher não é de todo estranho nos romances de high fantasy (Cf. obras de Marion Zimmer Bradley, Juliet Marillier, Sandra Carvalho), no entanto aconselho mesmo a leres este livro porque quase todas as outras personagens são masculinas e têm um papel preponderante e são bastante invulgares.

Carla Martins disse...

Parece bem legal, nunca tinha ouvido falar nele!

Ana Vicente Ferreira disse...

Obrigada pela crítica. Assim q tiver tempo de construir uma página para o livro ponho um link para aqui.