quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

O CASTELO DOS LIVROS


Neste livro de Teresa Maia Gonzalez (crianças dos 7 aos 10 anos), abordam-se duas temáticas: o valor dos livros e da biblioteca e os maus tratos a uma criança, tão frequentes na nossa sociedade (a propósito da história do dragão).

Havia um castelo numa montanha azul, constituído por 4 torres, onde vivia um marquês (biblionário - aquele que era muito rico em livros) com os seus criados. Essas torres eram autênticas bibliotecas: a Torre dos Arrepios (para livros de romAnce de aventuras), a Torre das Asas (para livros de poesia), a Torre do Céu (para livros de religião) e a Torre Dourada (livros para crianças e jovens).
Já muito velhinho, o marquês decidiu convidar as pessoas da cidade para visitarem o seu castelo e poderem admirar a sua biblioteca. Ficou amargurado por ninguém apreciar tamanho tesouro. Eis senão quando, vê a Inês de 8 anos que lia um livro nas escadas, muito concentrada.

Assim tudo começou. Inês leu, leu, leu... pela vida fora até que um dia decide tornar-se contadora de histórias para crianças, principalmente para aquelas que tinham deixado de ler ou que nunca tinham ido à escola. Foi ela quem ficou com o castelo, após a morte do marquês, tornando-se uma sábia. Conheceu, entretanto, uma menina, a Teresa que, tal como ela, se apaixonou pela leitura e pela escrita. Até escreveu uma história sobre um dragão. Inês desconfiou do assunto e da forma como estava abordado e acabou por descobrir um problema pessoal da pobre Teresa.

Foi muito importante ter tido conhecimento da história e, após uma longa conversa com a sua amiga de leitura, o gravíssimo problema foi resolvido.

A amizade nascida da paixão pelos livros serviu para combater algo que molestava a Teresa e uma verdadeira amizade nasceu e consolidou-se. É assim que Teresa Gonzalez termina na p. 62: "Porque quem conta histórias, falando ou escrevendo, acaba por fazer amigos (se calhar, ainda não tinhas pensado nisto...)!

É uma mensagem que nos faz pensar e, sobretudo, nos mostra como através dos livros se descobrem grandes mistérios. E não é verdade? Nós, professores sabemos isso muito bem...

Agora deixem-me transcrever as passagens deliciosas deste livro para vos aguçar o apetite.

"Ao abrir a janela de um livro, entra às vezes uma corrente de ar mágica que nos dá o alento e a coragem necessários para pedir ajuda e seguir em frente, com confiança, rumo à Alegria para a qual Deus nos criou a todos" (2007, p. 4)

"Quem escreve um livro, constrói um castelo, e quem o lê passa a habitá-lo" (2007, p. 6)

"...uma biblioteca onde vivem muitos livros deve ser um lugar sempre bem organizado, assim como a nossa cabeça, onde vivem muitas ideias, deve estar organizada." (2007, p. 31)

"Convém lembrar que um sábio não é apenas alguém que sabe muitas coisas, mas também alguém que consegue realizar algo importante para si e para os outros, de modo a que a vida fique mais bonita de viver!" (2007, p. 34)

3 comentários:

Cristina Bernardes disse...

Estava agora mesmo a pensar e a falar com acarol sobre o próximo livro que iríamos ler juntas... Já está escolhido, e como a semana da leitura está à porta, acho que vamos adorar.

Joana Pinto disse...

Já li este livro e adorei.Foi no ano passado e comprei-o um pouco por impulso...Trabalho com livros e ao recebê-lo deixei-me cativar logo pela capa...
Todo ele é bonito,pois "quem escreve um livro, constrói um castelo,e quem o lê passa a habitá-lo".Registei esta frase como uma das mais emblemáticas.

Lídia Valadares disse...

Eu quero habitar rapidamente esse Castelo! E adorava ser biblionária... Conseguiste aguçar-me o apetite, não só pelas citações, como pelo teu excelente comentário. Só tenho um pequeno problema. Que torre deveria habitar? Eu gostaria de habitar nas quatro e, também, de levar os meus amigos, para poder partilhar as leituras. Assim, têm outro prazer! Sabes, tenho a deliciosa sensação de que estamos a construir um castelo de livros, aqui, neste blogue. Será verdade ou apenas um sonho? Que óptima construtora tu tens sido! Espero a próxima pedra-livro.