sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Um Encontro Oportuno

Era uma vez um crocodilo às cores, de quem todos troçavam. Frequentava uma escola na América, perto do rio Mississipi.
Num dia de Primavera, conheceu a lebre que tinha chegado de Portugal. Quis conhecê-la melhor e resolveu entabular uma conversinha.
- Olá! Como te chamas?
- Chamo-me Carol, um diminutivo de Carolina. E tu? - perguntou ela.
- Eu sou Croco, o belo crocodilo destas paragens.
O crocodilo estranhava o facto de esta lebre portuguesinha não se referir às cores da sua carapaça. Mas o que é certo é que não tardou.
- Olha, que engraçado! Tu tens aí umas pintinhas bem coloridas! Por que motivo tens estas pintinhas? É que eu nunca vi um crocodilo assim! É a primeira vez. No entanto, devo dizer-te que até fica mesmo giro.
- Bem, eu nasci assim e, por isso, todos troçam de mim só por causa deste tom colorido. Tenho de confessar que às vezes me sinto bem envergonhado, sem ter culpa disto.
- Pois bem, eu acho que és original! Então aqueles que troçam não sabem o que é a beleza, a originalidde! Com certeza têm alguma inveja do teu aspecto. É fixe. Com essas cores tornas-te diferente e com um aspecto atractivo. Podes crer que me agrada a coloração com que nasceste. Não tens de dar ouvidos a quem não cultiva o bom gosto.
- Fico sem palavras. Nunca julguei que alguém, um dia, me poderia elogiar, me pudesse apreciar. Só espero que não apareça por aí algum caçador de crocodilos, que se agrade da minha coloração e me queira para fazer alguns sapatos ou carteira para a mulher. Pode ser mesmo perigoso!
- Não sejas tonto! Tens é de ter cautela! Realmente os homens estão cada vez mais egoístas e materialistas e não respeitam as espécies que existem na Terra. Está tudo muito confuso neste mundo dos humanos. Mas isto é um tema que qulquer dia devemos ter.
- Boa ideia! Até podemos juntar-nos a outros animais para tomarmos algumas medidas.
- Concordo contigo. Organiza esse encontro, pois conheces melhor quem aqui vive.
Tornaram-se grandes amigos. O crocodilo Croco pensava:
"Cool! Já tenho uma amiga! Quem me dera que todos fossem como ela! Acho que até já estou a ficar apaixonado!b Isto foi mesmo amor à primeira vista...
E adormeceu. Sonhou, sonhou com tudo e todos, mas a Caro aparecia sempre a apaziguar os conflitos e com palavras meigas e bem sentidas.
Ângelo Rosa 5º 1

2 comentários:

Douro Sul Acontece... disse...

Bem-vindo ao Clube de Leitura "Sentir Douro", um projecto que pretende promover os hábitos de leitura e a escrita criativa no Douro Sul.
Envie as Suas Leituras e os Seus Textos para dourosulacontece@gmail.com
A publicação estará disponível no Clube Leituras SENTIR DOURO
http://dourosulacontece.blogspot.com/

Cristina Bernardes disse...

Parabens à Angelo por este bonito texto.