sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Feliz Ano Novo

Recomeça….
Se puderes
Sem angústia
E sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.

E, nunca saciado,
Vai colhendo ilusões sucessivas no pomar.
Sempre a sonhar e vendo
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças…

Miguel Torga

5 comentários:

Morrighan disse...

Bom Ano Novo =) *

Presépio no Canal disse...

Amei o poema, Cristina. Obrigada :)

Excelente ano de 2010 para ti, os teus, e toda a equipa do Floresta das Leituras.

Beijos,

Sandra

1001 Contos disse...

Feliz 2010! Lindo poema! 1001 Bjs da Tânia Míriam

EMD disse...

Bom Ano, Cristina.
O tempo e outras coisitas adversas têm-me impedido de vir saborear o ar desta Floresta, de sentir o Fascínio das Palavras.
Esperemos que 2010 nos traga mais tranquilidade... A ver vamos.
Beijinhos

Lala disse...

Um bom Ano para si e desejos de que nesta Floresta continuem a crescer pomares imensos para nos saciar...

1 beijinho*